Image

Não sei se você sabe, mas quando eu te conheci meu coração se encheu de flor.

Cada uma que nascia era uma dor mas também um prazer.
E a felicidade de sentir você criando raiz em mim.
Depois de um tempo eu me senti inteira florida.
Mas aí começaram a crescer os espinhos.
E o prazer acabou mas a dor só tava começando.
Sempre ouvi dizer que quem ama as rosas também precisa suportar seus espinhos.
Mas os seus eram maiores do que as pétalas, do que os caules e de tudo que havíamos plantado.
E assim foi, até o dia em que não foi mais.
Eu decidi que as minhas lágrimas não iam mais servir pra aguar a planta.
Você murchou dentro de mim.

Todo dia eu me esforço e digo a mim mesma que você nunca foi um jequitibá ou uma figueira.
Você não foi feito pra durar muitos anos.
Você é no máximo uma planta de estação que não aguentou nem a primeira chuva.
Quisera eu que a sua casca fosse mais grossa.
Mas a única coisa que você tem são essas pétalas bonitas.
Hoje  eu carrego por aí um monte de flores mortas no meu peito.
E o meu coração que era terra fértil, hoje vive árido.
Nunca mais eu vou deixar plantarem nada aqui.

Anúncios