Se quebra, é porque haviam problemas na estrutura.

Se haviam problemas, podia quebrar a qualquer momento.

Se rachou e não quebrou, significa que foi só pra mostrar que precisava ser consertado.

Se não destruiu completamente, talvez signifique que pode aguentar muita coisa ainda.

Nada é inquebrável.

Nada é indestrutível.

Nada é pra sempre.

Às vezes, tem que quebrar.

Pra lembrar a gente o quão frágeis e delicadas as coisas são. Que é preciso tomar cuidado com interferências externas.

Pra assegurar o quão forte as coisas são,também. Porque só o que é muito forte, quebra. O que é fraco vira pó,o que é flexível se dobra, mas só o que é forte de verdade se quebra, mas não se desfaz.

E quanto à gente, só resta consertar. Fita,cola e um pouquinho de fé. Não importa se essa rachadura não vai desaparecer do dia pra noite e parecer que nunca existiu. A verdade é que ela vai estar sempre aí.

Mas se o mundo não desmoronou dessa vez, se o chão tremeu e rachou,mas não se desfez em pó,mesmo com os piores terremotos, aceite: vai durar pra sempre. E cada rachadura vai ser apenas história pra contar pras futuras gerações.

"Deformações voluntárias sucessivas.Desequilibra Desequilíbrio."

Anúncios